Como tudo começou

 

logo-museu-da-copa-2015

“Na copa do mundo de 1986, quando eu tinha nove anos, com as figurinhas do chiclete ping-pong.”   Esta é a resposta de uma das perguntas mais comuns que me fazem: “como tudo começou?”.

Era uma época muito diferente da atual. As televisões ainda traziam antigos problemas. Lembro, como se fosse hoje, que nos intervalos dos jogos meu irmão subia na casa e começava aquelas perguntas que os mais antigos lembram muito bem:

– “Tá bom? Tá bom? …”

– “Não… vire mais para a direita…”

Até que a antena ficava numa boa posição para que o segundo tempo do jogo pudesse ser assistido sem tantas faíscas na imagem da TV.

Enquanto isso, ou logo após os jogos, eu e a garotada da rua nos reuníamos para comprar chicletes (e jogá-los fora – ninguém conseguia mascar tantos) e pegar a sua preciosa figurinha.

Após a copa do mundo, apenas um colega da rua conseguiu completar todas as 168 figurinhas disponíveis  que vinham nas embalagens do ping-pong: “Caçote” – carinhoso apelido do meu amigo Hilo Júnior que, vinte anos depois, me doou suas figurinhas as quais guardo comigo como um dos itens mais preciosos da coleção.

Os anos se passaram e a partir daí fui colecionando álbuns e mais álbuns adicionados a revistas antigas que meu pai e minha irmã guardaram ao longo dos anos.

O meu primeiro desafio como colecionador foi adquirir álbuns da editora panini de figurinhas de copas anteriores a de 1986, em seguida adquirir álbuns de outras editoras independente do ano da copa, culminando em conseguir todos os álbuns possíveis e imagináveis, sejam oficiais ou não, de todas as copas do mundo.

Três décadas depois cheguei ao inimaginável acervo (para aquele garoto de nove anos em 1986) de aproximadamente 200 álbuns de copa do mundo. Descobri, com muito esforço, que os primeiros com este tema foram lançados em 1950.

Todavia a coleção não é composta apenas por álbuns de figurinhas, outros itens deste tema mágico me encantaram: revistas – chaveiros – ingressos – tabelas – bolas – mascotes – flâmulas – cartelas e tantas outras coisas.

Atualmente, o acervo consta de milhares de itens, com destaque para as mascotes, as mini bolas (únicas réplicas da coleção) e os ingressos (como é bom ter o maracanazzo e o mineirazzo na mesma pasta…).

Marcos Medeiros

4 thoughts on “Como tudo começou

  1. Olá, sou de Cuiabá, e sou colecionador de albuns, cards, postais e revistas de futebol principalmente dos anos 70s.
    Tenho muitos albuns de figurinhas e especial paixao pelo album Sadira 74, possuo oito albuns sendo 3 completos. Voce tem o envelope do referido album.
    Abs,
    Olian Moraes

  2. Hello,
    My name is Róbert Balázs from Hungary. First of all, I would like to congratulate you on your valuable collection. I also collect football relics, especially digitised photos. In my spare time I enjoy playing table soccer, a Hungarian version of European subeto. I would like to ask for your help. I’m looking for good quality, relatively high-resolution team pictures with the players’ names below or group photos like those in football yearbooks or Panini’s sticker albums.
    In exchange I could give you digitised football photos.
    Thank you for your help in advance.
    Best regards,
    Róbert Balázs

Deixe uma resposta para museu-copa Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>