O álbum mais vendido da história e todas suas 800 figurinhas diferentes

Lançado em dezenas de países, o álbum oficial da Copa do Mundo de 2014 (Editora Panini) é possivelmente o álbum mais vendido da história.

Apesar de não haver uma divulgação mais detalhada por parte da Panini, acredita-se que mais de 100 milhões de cópias tenham sido editadas em todo o mundo.

Esta informação nos faz chegar à conclusão de que este álbum jamais será uma raridade.

Será?

Vejamos, como exemplo, o álbum Balas da Copa do Mundo de 1950 (lançado apenas no Brasil) e que teve, se pudéssemos “dar um chute”, 50 mil edições. Passadas seis décadas, dificilmente existam hoje mais de 500 álbuns (ou 1%) nas mãos de pessoas que o colecionaram na época e que ainda estejam vivos, ou com herdeiros, ou ainda (mais comuns) com “colecionadores profissionais” de álbuns de figurinhas.

Nesta proporção de 1% de álbuns guardados 60 anos depois, diríamos então que em 2080 ainda existirão pelo menos 1 milhão de álbuns o que o impediria de ser uma raridade.

Repetindo: será ou não uma raridade em algumas décadas?

Tentaremos explicar aqui as peculiaridades deste álbum que traz, em sua versão internacional, 640 figurinhas (00 a 639), mas que quando analisamos o somatório de todas as figurinhas extras lançadas em diversos países (coláveis ou não coláveis) este número chega a exatas 800.

Também podemos falar dos pacotinhos de figurinhas lacrados (você guardou o seu?). Você sabia que não foi apenas aquele pacotinho verde lançado no Brasil? Estima-se em mais de 50 diferentes ao redor do mundo (frente e verso diferentes).

A conclusão que podemos chegar é que este álbum, com mais de 100 milhões de cópias ao redor do mundo, já pode ser uma raridade hoje mesmo se a análise envolver todas as figurinhas lançadas em diversos países.

À medida que formos explicando vamos mostrar fotos para que você possa entender a dimensão que chega a busca dos “colecionadores profissionais” ou… simplesmente… malucos.

Como já dito anteriormente, a versão internacional deste álbum possui 640 figurinhas (00 a 639) e em cada país há uma pequena diferença na impressão. Vejamos o caso do Brasil. Aqui o álbum trazia, em sua capa o preço dele (vazio) “R$ 5,90” e o valor dos pacotinhos de figurinhas “R$ 1,00”. Obviamente na nossa vizinha Argentina, por exemplo, estas informações em Reais não vem impressas nos álbuns lançados naquele país.

Outras diferenças marcantes são as propagandas internas. Logicamente cada país mostra a sua. No nosso caso do Brasil forçou-se a barra na de um “curso de inglês” e, em outros países, nas de seus interesses.

Se formos pensar assim, já teríamos um álbum diferente para cada país em que fora lançado, o que não é a nossa ideia aqui. O que queremos informar são as figurinhas diferentes lançadas em cada país mas… por que não? … mostrar 4 álbuns com diferenças mais marcantes do que apenas propagandas ou pequenos detalhes.

Neste entendimento, então, apresentaremos 4 álbuns realmente diferentes entre si:

1 – ÁLBUM TRADICIONAL (CAPA MOLE):

museu-da-copa-album-2014 (1)

2 – ÁLBUM CAPA DURA E SEU BOX (LANÇADO NO BRASIL):

3 – ÁLBUM LANÇADO EM ISRAEL – a diferença fundamental neste álbum é que a leitura do mesmo se faz de trás para frente.

museu-da-copa-album-2014 (3)

museu-da-copa-album-2014 (4)

4 – ÁLBUM LANÇADO NA SUIÇA (PLATINUM EDITION LUXO) – este álbum é o mais diferente de todos, pois, além de trazer uma capa prateada e brilhosa, as suas figurinhas possuem bordas cinzas diferentemente das tradicionais brancas.

museu-da-copa-album-2014 (6)

museu-da-copa-album-2014 (7)

 

Mostradas as diferenças entre os álbuns, vamos às 800 figurinhas prometidas onde serão divididas entre “coláveis” e “não coláveis”.

FIGURINHAS COLÁVEIS:

Durante a leitura você já deve ter se perguntado: “mas o meu álbum não possui 649 figurinhas???”.

Então parabéns!!!! Você acaba de entender o que são as figurinhas extras coláveis. Os álbuns lançados no Brasil traziam, além das 640 figurinhas tradicionalmente lançadas no mundo, mais 9 figurinhas para colar: W1 – J1 – J2 – J3 – J4 – L1 – L2 – L3 e L4.

museu-da-copa-album-2014 (8)

Como estas 9 figurinhas foram lançadas, SÓ E SOMENTE SÓ, no Brasil os colecionadores de outros países buscaram em nós brasileiros estas “raridades” para eles. Obviamente, aquelas figurinhas que foram lançadas apenas em outros países,  passaram a ser objeto de desejo dos “colecionadores profissionais” (ou malucos) do Brasil e dos demais países.

Então aqui você começa a entender que não são em apenas bancas de revistas ou shopping centers que existem trocas de figurinhas. Elas também acontecem no mercado internacional e, ao contrário do álbum tradicional que geralmente completamos em algumas semanas, essas trocas podem levar meses e até mesmo…. anos.

Mas por quê? Demora dos correios? Não só isso! O maior motivo é que esta informação que você está recebendo agora ela é fruto de pesquisas amadoras de malucos (digo, “colecionadores profissionais”).

Sim. Temos uma rede de dezenas de malucos espalhados pelo mundo em vários continentes. Assim, podemos afirmar (até prova em contrário) que as informações aqui postadas são completas e corretas– ou não – como veremos no antipenúltimo parágrafo deste artigo.

Mas, voltando às figurinhas extras coláveis, além do Brasil temos conhecimento de mais 5 países que tiveram essas figurinhas em seus álbuns: Equador – México – EUA – Áustria e Suíça (sempre lembrando que estes países traziam as tradicionais 00 a 639).

EQUADOR – no meio do álbum vinham 11 figurinhas numeradas de V1 a V11:

museu-da-copa-album-2014 (9)

MÉXICO: nas primeiras páginas do álbum vinham 8 figurinhas numeradas de CC1 a CC8:

museu-da-copa-album-2014 (10)

EUA: no final do álbum e continuando a sequência vinham os números 640 – 641 e 642:

museu-da-copa-album-2014 (11)

ÁUSTRIA: no meio do álbum vinham 6 figurinhas numeradas de A a F:

museu-da-copa-album-2014 (12)

E, por fim, o álbum platinum da Suíça que, nas páginas do meio, trazia um pôster para serem alocadas 20 figurinhas numeradas de P1 a P20:

museu-da-copa-album-2014 (13)

Ao somarmos as 9 figurinhas extras lançadas no Brasil às demais (11 do Equador – 8 do México – 3 dos EUA – 6 da Áustria e 20 da Suíça) chegamos a um total de 57 cromos coláveis lançados no mundo. A conta então é fácil:

640 + 57 = 697 figurinhas

Mas não eram 800?

Sim. Então vamos às figurinhas “não coláveis”, ou seja, aquelas onde você não tinha onde colar.

O ENCARTE DE 71 EXTRAS (UPDATE PANINI):

A Panini lançou este encarte (lançado em todo o mundo) com a ideia de substituir os jogadores que não foram à copa por aqueles que realmente participaram.

Explicando melhor: é o caso do Robinho que não foi relacionado para a copa e então no update foi colocado um jogador daquele país que realmente esteve no mundial – no nosso caso: Jô. A ideia seria você colar a figurinha por cima do jogador que não esteve – assim você colaria a figurinha do Jô em cima da do Robinho. Loucura! Acreditamos que poucas pessoas fizeram isso, e aquelas que compraram o encarte apenas o guardaram intacto:

A intenção da Panini foi a melhor possível. Fazer com que o álbum contivesse apenas figurinhas de jogadores que realmente foram ao mundial foi sem dúvida uma grande ideia.

museu-da-copa-album-2014 (14)

museu-da-copa-album-2014 (15)

museu-da-copa-album-2014 (16)

Mas acontece que havia um “Éder Balanta” no caminho e no caminho havia um “Éder Balanta”!

Acredite! No quite de atualização das 71 figurinhas, a Panini errou o “rosto” de 1 jogador. No Upgrade veio o nome “Éder Balanta”, mas o rosto era do jogador Edwin Valencia (ambos da Colômbia).

Esta confusão gerou um verdadeiro alvoroço entre os malucos (digo, “colecionadores profissionais”), pois a Panini Brasil lançou a “correção da correção” o que piorou ainda mais as coisas para os colecionadores de outros países, uma vez que,  SÓ E SOMENTE SÓ, aqui no Brasil o cromo correto foi lançado.

Para conseguir a figura correta, a Panini Brasil fazia uma pequena exigência: o colecionador deveria “recortar” a figurinha do “Edwin Valência” do kit de atualização e enviar para seu endereço em São Paulo. Então, sem custos, ela enviaria a correta para o seu endereço.

Ora!!!! Os malucos (vamos parar de chamar de “colecionadores profissionais”, ok?) não aceitam nem impressões digitais em seus álbuns e coleções…. imagina “recortar” um item colecionável.

Enfim. Não sabemos quantas pessoas fizeram esta maluquice, mas no início esta única figurinha chegou a valer, no mercado internacional, mais que o valor de um álbum inteiro. Loucura total!

Após alguns meses a Panini “abriu” e passou a enviar figurinhas para aqueles que enviassem e-mail reclamando.

Atualmente a figurinha é largamente vendida em sites de compra e venda nacionais e internacionais por um valor “irrisório”.

museu-da-copa-album-2014 (17)

Na esquerda, o rosto do jogador Edwin Valência que vinha no kit de atualização. Na direita, a figurinha que se transformou (por um período) uma fixação.

Além do kit de 71 figurinhas, a Panini lançou mais 5 kits de atualização em outros 5 países. Neles constavam as figurinhas dos jogadores que completavam a seleção que realmente foram à copa do mundo (inclusive o Brasil – você sabia?).

Vamos, então, começar pelo Brasil. A pequena diferença do kit brasileiro é que, diferentemente dos demais países, as figurinhas foram impressas em um miniencarte, apesar de serem do mesmo tamanho que um cromo normal.

Desta forma os colecionadores (malucos ou não) poderiam ter em mãos, além do Jô que vinha no kit de 71, as figurinhas dos goleiros Jefferson e Victor além de Fernandinho, Maicon, Henrique e Maxwell.

museu-da-copa-album-2014 (18)

museu-da-copa-album-2014 (19)

Além do Brasil a França, Portugal, Espanha e Bélgica lançaram kits (estes em forma de figurinhas) que completavam a verdadeira relação dos 23 convocados:

FRANÇA:

A curiosidade dos relacionados da França é que no kit internacional com 71 3 eram desse país: Rio Mavuba – Bacary Sagna e Antoine Griezmann e no kit Francês, que eram 9, contavam dois mas o Rio Mavuba não estava incluído nele. Assim a contagem correta para o kit desse país é de apenas 7 novas figurinhas pois os jogadores Bacary Sagna e Antoine Griezmann já haviam sido lançados no kit maior.

museu-da-copa-album-2014 (20)

PORTUGAL:

Nas 8 figurinhas lançadas naquele país 2 já constavam no kit de 71 (André Almeida e Rubem Amorim) assim a contagem para cromos novos é de apenas 6.

museu-da-copa-album-2014 (21)

ESPANHA:

Já no Update espanhol das 9 lançadas 3 já constavam no kit maior (César Azpilicueta – Santi Cazorla e Diego Costa). Assim vamos considerar apenas 6 novos cromos.

museu-da-copa-album-2014 (22)

BÉLGICA:

O último país a lançar atualização foi a Bélgica. O kit deles era composto com 77 figurinhas, sendo 6 novas figurinhas. No tradicional kit de 71 apenas o jogador Adnan Januzaj já constava. Estas 6 figurinhas da Bélgica são, sem dúvida, as mais raras até aqui citadas. Jamais foram vistas em quaisquer sites internacionais a venda. Poucos colecionadores, mesmos os malucos, sabem da sua existência. Para adquiri-las era necessário conhecer algum colecionador na Bélgica e mesmo assim se pagava um alto preço para consegui-las.

museu-da-copa-album-2014 (23)

Além desses países citados, o México e a Itália também lançaram kits em seus países, mas os jogadores eram os mesmos 3 (México) e 4 (Itália) que faziam parte do kit de 71 figurinhas, o que não trazia nenhuma novidade.

 

 

Assim vamos atualizar as contas:

– 71 update mundial;

– 1 figurinha do verdadeiro Éder Balanta;

– 6 figurinhas do Brasil;

– 7 figurinhas da França;

– 7 figurinhas de Portugal;

– 6 figurinhas da Espanha;

– 6 figurinhas da Bélgica.

No total, as figurinhas não coláveis somam 103.

Relembrando o total:

– 640 álbum mundial;

– 57 figurinhas coláveis;

– 103 figurinhas não coláveis.

Assim, totaliza-se 800 figurinhas espalhadas pelo mundo do álbum oficial da FIFA da Copa do Mundo de 2014.

Apenas para informação, a edição Panini da Suíça (Platinum Edition) também possui o upgrade de 71 figurinhas com bordas cinza, mas não foi contabilizado aqui. Éder Balanta correto não teve versão Suíça pois, como já foi dito, só foi lançado no Brasil.

Lembramos que esta contagem é feita, única e exclusivamente, para a PANINI  que é a editora oficial da FIFA.

Não trazemos aqui (seria outro artigo ainda maior que este) álbuns de outras editoras ou de fundo de quintal (não autorizados FIFA – carinhosamente chamados de “piratas”). Temos em nossa coleção mais de 30 outros álbuns sejam lançados no Brasil ou em outros países somente em homenagem ao mundial de futebol de 2014.

ENVELOPES DE FIGURINHAS

Outro fator que alimenta a alma dos “malucos” são os pacotinhos lacrados de figurinhas.

Um álbum completo guardado com o seu pacotinho original é bem mais interessante de ser visto.

Mas os malucos não tem noção…. então eles querem todos os pacotinhos diferentes possíveis.

Em relação a 2014, estima-se que existam mais de 50 pacotinhos diferentes, isso quando se considera a frente e o verso. Exemplo: pacote amarelo com frente amarela, onde para seu verso existem duas versões diferentes: azul ou verde. Ou ainda este mesmo envelope, onde em seu verso seja da mesma cor, mas apenas uma frase diferente: “made in italy” e no outro “made in france”.

Consenso entre os “colecionadores profissionais” é que neste caso seria impossível se chegar ao número correto de pacotinhos.

Veja abaixo algumas  frentes diferentes. Separamos 16 envelopes, na visão frontal, produzidos no mundo:

– verde, lançado no Brasil;

– amarelo, lançado na Europa;

– branco, lançado no Chile;

– dourado, lançado na Argentina;

– amarelo, lançado nos EUA (este vinha com 7 figurinhas); e ainda existe o sem código de barras;

– vermelho promocional coca-cola, lançado no México;

– vermelho promocional coca-cola, lançado na Áustria;

– amarelo com uma tarja laranja escrita “obséquio”, lançado no Equador;

– prateado, lançado no norte europeu e israel;

– platinum, lançado na Suíça;

– rosa, lançado na ásia;

– azul promocional mc donald´s;

– 4 azuis diferentes promocionais Carrefour com 4 tarjas diferentes escritas grátis em 4 línguas (Gratuit – Grátis – For Free e Omaggio).

museu-da-copa-album-2014 (24)

Aos colecionadores malucos, esperamos que este artigo tenha ajudado a vocês na real dimensão do Álbum Panini 2014 e na sua busca para atingir a meta que almejam.

Aos normais que apenas completaram o álbum com suas 649 figurinhas: parabéns. Isso já é uma vitória. Fica apenas a sugestão que a partir de agora vocês guardem pelo menos 1 pacote de figurinhas lacrado – o álbum fica bem mais bonito e suas lembranças serão ainda mais eternizadas.

As informações aqui contidas são frutos de trabalho de mais de 1 ano de pesquisas. Elas são consenso entre os vários colecionadores “malucos” ao redor do mundo. Seria um prazer poder te ouvir e quem sabe adicionar mais alguma informação a este artigo com suas sugestões.

Todas as imagens foram feitas da nossa coleção particular.

Meu nome é Marcos Medeiros e sou de Natal/RN. Não me acho um “colecionador profissional” mas me autointitulo apenas como mais um…. “MALUCO”.

Se quiser mais informações sobre coleções diversas e álbuns de figurinhas de várias copas do mundo, acesse nosso site: www.museudacopa.com.br

Abraços,

Marcos Medeiros.

2 thoughts on “O álbum mais vendido da história e todas suas 800 figurinhas diferentes

  1. Olha tambem sou colecionador(na verdade tento kkk),e essa idéia de ter um site exclusivamente sobre o assunto é muito bacana pois por traz de uma coleção sempre existe uma história e disso muita gente não sabe ou seja através desse site ¨essas hitórias¨começam a também serem compartilhadas com outras pessoas.
    Desejo que esse site seja cada vez mais repleto de informacoes e curiosidades desse mundo extraordinario que é o colecionismo.
    Um grande abraco a todos desse site em especial a voce Marcos pois essa iniciativa vem coroar toda sua dedicação em relação ao colecionar coisas de copas do mundo,o que precisar e eu puder ajudar conte comigo…Leandro Assis-SP

  2. Parabens Marcos pelo site, trazendo muitas informações bacanas para o pessoal, me senti dentro do texto pois comprei, troquei figurinhas, peguei as extras, teve o caso do Eder Balanta, albuns e envelopes de diferentes paises……..muito bacana isso que voce narrou, garanto que muita gente se identificou com o texto…..abraço !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>